Helsinque – FINLÂNDIA

8879674838_557e389ee5_z

Minha chegada a Helsinque foi meio conturbada. Eu tinha vindo de trem de São Petersburgo. A viagem foi ótima e são apenas 4 horas. Cheguei na capital finlandesa debaixo de muita chuva. Fui ao meu hotel e fui em seguida ao porto, direto ao guichê da Viking Line pegar meu ticket físico para meu cruzeiro a Estocolmo, que sairia no dia seguinte. Sim, minha passagem pela Finlândia seria super-breve, pois tinham me falado que a cidade era pequena e não se tinha assim tanta coisa para ver.

8879028415_a3ff791d39_z

Mas um problema na embarcação ocorreu e me falaram que meu barco só sairia um dia depois. Ou seja, eu ficaria duas noites em Helsinque. No guichê, me ofereceram uma passagem Talin, a Estônia, para passar um dia, por 25 euros, que eu aceitei, pois parecia divertido. E meu humor não foi abalado.

8879676628_d319c69e75_z

Museu do Design

Um amigo meu finlandês me escreveu falando para eu voltar na Viking e pedir hotel e upgrade do meu navio, pois isso era um absurdo e se fosse num país bagunçado como a Inglaterra, ele até entenderia, mas na Finlândia certamente eles me compensariam de uma forma melhor, principalmente porque eu não morava lá”. Convencido, voltei ao local e me deram uma noite extra num hotel 4 estrelas em frente ao porto, um upgrade de cabine e um guarda-chuvas providencial para o dia. Valeu muito a pena. Principalmente porque Helsinque é linda e o passeio a Talin foi muito bom. E ainda economizei uma noite de hotel na caríssima Estocolmo.

8879038219_d05f53e7b3_z

Helsinque é pequena, então dá pra fazer tudo a pé. Os finlandeses são muito simpáticos, todo mundo mesmo fala inglês e eles têm um amor pelo design que nem na Suécia vi igual. O design district abriga as lojas de design e os brechós. Tudo é pequeno, muita loja tocada por um só dono. Eles são apaixonados por couro, por lã natural e por todas as formas que lembram a natureza. Para os finlandeses, a natureza já deu o shape certo para a utilidade das coisas, então prestar  atenção nela e aplicar ao desenho de produto é a melhor maneira de fazer design. Isso fica claro no Museu de Design de Helsinque, cuja fotografia é proibida, mas o passeio nos dá a clareza de como muitas coisas do nosso dia a dia nasceram na Finlândia.

8879037251_7b08512c01_z

A tradição de produção de objetos na Finlândia é antiga e vem da vocação comercial do país, uma república há mais de 200 anos, sem pompa, com muita simplicidade. A exportação do design é revelada na visita à Arabia, umas da marcas mais famosas do universo finlandês, com os vasos em forma de tronco de árvore. Exploram produtos há mais de 140 anos e são desejados em casas finlandesas e europeias. Há uma loja de fábrica, mas é cara. Ainda assim, vale a visita ao prédio, que fica no norte da cidade.

Outra coisa muito interessante a reparar na Finlândia é sua paixão por saunas. Muitos apartamentos têm saunas, que são pequenos quartinhos prontos para isso. E há lojas com objetos para o ritual amado pelos finlandeses espalhadas em toda a cidade.

8879649588_7eff176be1_z

Lugar legal para comer é na feira na praça em frente à embaixada da Suécia. Há carne de cerdo, saladas, frutas vermelhas, sucos naturais e salsichas. O preço é ótimo!

8879052209_aab945c496_z

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s