Maceió – DIA 1 – BRASIL

Das capitais nordestinas, Maceió não é das maiores. Mas é uma das que melhor estrutura turística têm. Isso significa quase todas as vezes explorar o turista, e não exatamente o turismo. Mas os serviços, no geral, são bons.

Percorrer suas praias ao norte e ao sul é o melhor programa da cidade. Se quer fazer com independência e economia, é melhor alugar um carro desde o aeroporto. Você já vai economizar no táxi até o centro, que é caríssimo. Mas se prefere e – como eu – não gosta muito de dirigir, há empresas que fazem os passeios e os transportes para as praias da sua preferência. Eles podem ser agendados diretamente no hotel ligando 24h por dia. Ou seja, você liga de madrugada para se encaixar num passeio para o dia seguinte. Cuidado só para não relaxar muito e ficar sem vaga.

O primeiro dia pode ser tirado para as praias do sul. No mesmo trajeto, você pode passar pelo bairro histórico da antiga Maceió, o Jaraguá. De dia, tudo ótimo. De noite, desértico. Tenha cautela. Há uma favela logo em frente ao bairro histórico, ao lado de um dos mais bonitos cais de porto do Brasil que, infelizmente, não é aberto a visitação.

O centro da cidade não impressiona pela arquitetura. Melhor seguir direto para a cidade de Marechal Deodoro, onde nasceu o primeiro presidente. O centro histórico é imponente e no litoral está a cristalina Praia do Francês. Muito-muito cheia nos finais de semana, então caminhe para a extrema direita do litoral para evitar a multidão.

Logo mais à frente está o município da Barra de São Miguel. Famoso pelo carnaval muvucado, pode ser desfrutado com mais calma fora da festa. De lá, é legal tomar um barquinho para a praia do Gunga. Você vai parar no arrecifes e pegar ouriços nas mãos – os bichos se movem! – e ainda nadar próximo a um dos vários bancos de areia do litoral alagoano.

A praia do Gunga, mais à frente, também é cheia e tem estrutura de gosto duvidoso. Música alta, fritura, barracas horripilantes. Mas tudo fica melhor se você, novamente, caminhar em direção à extrema direita da praia. Longe de tudo e de todos, instale-se debaixo de um coqueiro e aprecie o Nordeste na sua essência. A areia é limpa, apesar da insistência do povo em sujá-la. O mar é maravilhoso e temperatura da água te convida a passar de 40 minutos a uma hora dentro do mar.

Anúncios

Uma resposta para “Maceió – DIA 1 – BRASIL

  1. Clóvis Martins

    Parabéns…ótimo as fotos e as matérias?
    sua vida é viajar?

    dia 1 e dia 2? com funciona essa rapidez de viajem?
    até

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s