Montreal – Dia 1 – CANADÁ

Montreal é uma das cidade mais decentes do planeta. Diferente de sua grande irmã inglesa, Toronto, onde tudo é perfeito e previsível, Montreal abriga falhas e diversidade humanas. Há uma ou outra escada rolante do metrô que não funciona. Há até lixo na rua. Mas nada que abale a beleza radiante da cidade e a alegria de sua gente.

Há muita coisa para fazer em Montreal. Se for no verão, andar na rua e ver gente é a melhor delas.

Qualquer passeio pode começar pela cidade velha. Montreal é a segunda cidade mais antiga da América do Norte – afirmam – e caminhar pelo centro antigo revela a beleza imposta pela colonização francesa em suas construções. Construída de frente para o porto, a cidade se ergue numa montanha que, hoje, abriga um bairro muito turístico, mas muito agradável, com cafés, lojas e restaurantes.

No local, há lojas de artigos de Natal, tão populares no Canadá.

E é possível provar a cauda do castor, popular doce, que não tem nada demais, mas é gostoso.

Caminhando pela cidade antiga, você pode ir direto para o centro, onde estão todas as lojas, os bancos, as igrejas e ainda muita gente na rua. Tudo seguro, bonito e acolhedor.

Os canadenses amam o verão e adoram ficar na rua. Afinal, no inverno, sua rotina de compras e trabalho é mais confinada às cidades subterrâneas que ligam estações e centros de compras através de túneis.

Subindo a Rua Saint Denis a partir do centro – rua lotada de cafés e lojas – você sai na rua Mont Royal, na divertida região de Coolmile End.

Da rua, você pega o ônibus que sobe o Mont Royal para ter uma vista linda da cidade e da ponte que abriga os fogos que são disparados toda quarta e todo sábado da temporada de verão.

Na descida, volte pela Rua Saint Denis até a Duluth e, de lá, recomendo entrar no restaurante Au Pied De Couchon. O restaurante é especializado em fois gras, comida politicamente incorreta. O fígado do pato feito exclusivamente para o restaurante vai em tudo. A gordura do pato serve para fritar e besuntar o restante. Até as batatas são fritas nela.

Você deve reservar. Se não, sente no balcão e interaja com a cozinha ou com as pessoas ao seu lado, se possível. O atendimento é simpático. Os cozinheiros são bagunceiros e divertidos. E a comida é fenomenal. Abaixo, a pata de um porco cozida com cogumelos e ervas e cebolas ao molho de fois gras com um fois gras inteiro em cima e deitada num purê de batata caprichado no alho.

Qualquer canadense pode te falar: “o restaurante é caro”. Se você mora no Rio ou em São Paulo, relaxe. Vai gastar R$ 50,00 por cabeça.

Bicicletas: parte do cotidiano da cidade e sujeitas às leis de trânsito como qualquer veículo.

Anúncios

Uma resposta para “Montreal – Dia 1 – CANADÁ

  1. Nao sei aonde voce encontrou essa historia de que Montreal eh a segunda cidade mais antiga da America do Norte. Ela foi fundada em 1642. Eis aqui a lista das mais antigas:

    1) Saint Augustine, Florida
    • Year of Founding: 1565

    1) Jamestown, Virginia
    • Year of Founding: 1607

    2) Santa Fe, New Mexico
    • Year of Founding: 1607

    3) Hampton, Virginia
    • Year of Founding: 1610

    4) Kecoughtan, Virginia
    • Year of Founding: 1610

    5) Newport News, Virginia
    • Year of Founding: 1613

    6) Albany, New York
    • Year of Founding: 1614

    7) Jersey City, New Jersey
    • Year of Founding: 1617

    8) Plymouth, Massachusetts
    • Year of Founding: 1620

    9) Weymouth, Massachusetts
    • Year of Founding: 1622

    10) Dover, New Hampshire
    • Year of Founding: 1623

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s