Chengdu – Dia 1 – CHINA

Pouco conhecida, Chengdu é uma das cidades mais legais da China. Bonita, moderna, amigável e com duas coisas praticamente essenciais para ver: os pandas e o buda de Leshan.

O santuário dos pandas fica dentro da cidade, em uma parte mais rural. Lá, os bichos são criados e distribuídos pelo mundo. Alguns são soltos de volta à floresta e passam a vida sendo observados. São em torno de 2 mil pandas no mundo, a maioria na China, na província de Sichuan, da qual Chengdu e capital.

Vá ao santuário de manhã e principalmente quando não estiver muito quente. Assim você pega os pandas mais ativos. Sim, porque o bicho odeia calor e tende a economizar muita energia. Como se alimenta praticamente só de bambu (só come carne quando não há opção), precisa salvar energia, já que o bambu não é muito nutritivo.

Gigantes e dóceis, o panda é uma criatura que até hoje intriga cientistas. O animal é pre-histórico e, por sua doçura, não se sabe como conseguiu sobreviver a ambientes tão inóspitos e mudanças de clima. Além disso, o panda não é muito férfil. Quando tem cria – se der sorte, você vai ver um neném nascendo, mas não é possível fotografar -, se tem mais de uma, por instinto acaba cuidando só de um neném. Isso quando não se assusta com o animal que acaba de dar à luz e o mata com matadas. Um filhote de panda nasce menor que um rato, mas em 2 meses já está pronto pra ser pego no colo.

Você pode pegar um bebê-panda no colo se pagar RMB 1.000,00. Se não quiser, há vários filhotes e pandas de todas as cidades e tamanhos para serem observador muito de perto. Inclusive os pandas marrons, que parecem gatos gigantes e não são muito comuns ao nosso imaginário.

Uma experiência que vale a pena em Chengdu é assistir ao espetáculo de ópera com show de sombras no Culture Park: o Shufengyayun Operatic Circle. É algo tipicamente turístico mas muito bonito e interessante por cinco motivos:

1. você ai ver a opera chinesa encenada e se impressionar com os movimento

2. você terá um show de sobras com as mãos impressionante feito por um artista local

3. você verá o espetáculo de mudança de máscaras típico de Chengdu, no qual os bailarinos chegam a mudar a pintura na velocidade da luz 12 vezes durante o número

4. você poderá fazer uma massagem no local por um preço ótimo

5. você ainda poderá limpar o ouvido com profissionais certificados internacionalmente

No mesmo parque, ou em qualquer um dos belos parques de Chengdu, se houver tempo, dê uma volta pela manhã e veja as atividades físicas praticadas pelos chineses que lhes confere magreza e cabelos negros muito depois dos 60 anos. Dança, tai chi e até uma tradição típica às quartas-feiras, em que mães levam retratos dos filhos para esposas e maridos interessados, fazem parte da cultura local.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s