Xi´An – Dia 1 – CHINA

Xi´An é antiga capital chinesa. Cidade de clima interiorano, é até pequena para os padrões do país. Ainda assim, lembre-se: são 8 milhões de habitantes, trânsito intenso inclusive aos domingos e um aeroporto que deve dar 5 ou 6 Guarulhos.

Mas a diversão em Xi´An deve começar a partir da viagem de trem que sai de Pequim. De uma das estações da cidade – gigante como qualquer coisa no país – você embarca no leito macio – atenção: peça leito macio (soft berth) – em direção ao centro da China. O trem é ótimo, limpo, cheio de turistas ocidentais e chineses. Clima bom, staff que fala inglês e, se você não quiser ir até o restaurante, te trazem bebidas e comida na cabine. Dividi o vagão com poloneses e chineses. Ríamos dos turistas da China, com hábitos tão diferentes dos nossos. No meu vagão, chineses insistiam em escarrar em sacos de plástico – com o tempo você acostuma -, bebiam chá e comiam frutas. Chocolate tínhamos em estoque, pois é raro encontrar chocolate na China. Aproveite a disponibilidade na estação ferroviária de Pequim.

12 horas depois, chegávamos em Xi´An. A cidade tem um clima meio de Luxor, no Egito: aquela estação grande, mas velha, uma rua principal antiga, com construções que remetiam à antiga China, apesar de serem nitidamente contemporâneas.

Logo você repara que, andando pela cidade, você entra e sai de uma grande muralha. É confuso, mas rapidamente você entende o mapa da cidade. A muralha de Xi´An é gigante, tem 32 km. Você pode subir nela e caminhar por toda cidade por cima dela. Dá pra passar um carro, mas o trajeto é feito em carrinhos de golf, bicicletas e ou a pé.

Findo o passeio pela muralha, você pode partir pro pagode gigante da cidade, o Goose Pagoda. No centro de um mosteiro e um templo budista, o pagode foi construído em 652 pela imperatriz Wu Zerian (dinastia Tang) para homenagear Buddha e guardar os itens budistas trazidos da Índia. Buddha deixou discípulos em Xi´An após chegar da Índia. Um painel gigante em jade conta a história do budismo no local numa das salas laterais. E, no centro, as estátuas gigantes de Buddha.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s